Arquivo de etiquetas: malveira

Malveira: Feiras com alterações

A União de Freguesias de Malveira e São Miguel de Alcainça comunica a todos os vendedores e compradores dos mercados grossistas da fruta e roupa, da feira tradicional da Malveira e da feira do gado, bem como o público em geral, que vão registar-se alterações nos dias de realização das feiras, em virtude dos períodos festivos do Natal e Ano Novo.

 

Assim sendo, o mercado grossista da fruta, previsto para os dias 24 e 31 (Terça-Feira) vão realizar-se nos dias 23 e 30 de Dezembro (Segunda-Feira).

 

O mercado grossista da roupa, previsto para os dias 25 de Dezembro e 01 de Janeiro (Quarta-Feira) vão realizar-se nos dias 22 e 29 (Domingo).

 

A feira tradicional e do Gado, previstas para os dias 26 de Dezembro e 2 de Janeiro (à Quinta-Feira, como habitual) vão realizar-se nos dias 24 e 31 (Terça-Feira).

 

Nestes dias, a feira encerra às 14:00h, para se proceder de imediato à sua limpeza, uma vez que é véspera de Natal e de Ano Novo.

25ª Fexpomalveira decorre até domingo

Arranca esta terça-feira, 13 de Agosto, mais uma edição da Fexpomalveira.

 

O certame agro-económico do concelho de Mafra abre as portas às 17h00, para seis dias de exposições, concertos, espectáculos, largadas de touros, e actividades desportivas como passeio pedestre e de BTT.

 

Será a 25ª edição da Fexpomalveira, que este ano terá como tema central, precisamente “25 anos A Festejar a Nossa Terra”.

 

Por entre os artistas que vão actuar na Mata Paroquial estão Emanuel, Ala dos Namorados e Tiago Bettencourt.

 

O certame prolonga-se até domingo, dia 18.

 

Para mais informações pode consultar o site do evento: http://www.fexpomalveira.pt/

 

(foto de arquivo: fexpomalveira.pt)

Malveira: ex-presidente dos bombeiros condenado

Um ex-presidente dos bombeiros da Malveira foi condenado pelo Tribunal de Sintra a quatro anos de prisão efectiva.

 

O ex-dirigente foi acusado de ter desviado dinheiro da associação.

 

De acordo com a Procuradoria-geral Distrital de Lisboa, o homem foi condenado a quatro anos de prisão efectiva e ao pagamento de uma indemnização de 78 mil euros aos Bombeiros Voluntários da Malveira.

 

O Tribunal de Sintra provou que, durante ano e meio, o dirigente apropriou-se de verbas da associação, em montantes que variavam entre os 25 e os 13.970 euros.

O arguido tem agora um período para recorrer da sentença.

 

Os factos terão ocorrido há cerca de oito anos, tendo aquela direcção sido substituída há cerca de seis.

 

A RCM contactou a direcção dos Bombeiros da Malveira que disse que, “por enquanto, não quer fazer qualquer comentário sobre o caso”.