Arquivo de etiquetas: malveira

Malveira: Jardim alarga estrada

Apesar da chuva, foram muitos os malveirenses que marcaram presença na inauguração do Jardim D. Maria I, no passado dia 28 de Fevereiro, sábado, na Malveira.

 

O espaço, onde funcionou durante muitos anos o antigo posto da GNR da Malveira, destina-se agora ao lazer e também aqueles que gostam de fazer desporto.

 

Para José Pinheiro, presidente da União de freguesias da Malveira e São Miguel de Alcainça, “o mais importante foi a melhoria da segurança rodoviária”. “O Jardim está muito bonito e é uma ligação perfeita, entre a segurança e o lazer”.

 

O autarca lançou ainda um desafio ao presidente da Câmara Municipal de Mafra para a construção de uma via pedonal entre a Malveira e Alcainça.

 

Segundo Hélder Sousa Silva essa ideia “é um desafio muito grande porque fazer um passeio pedonal e também ciclovia (porque nos projectos que estamos a desenvolver é a conjugação dessas duas valências) entre a Malveira e Alcainça é para nós um desafio”.

 

“Dentro dos serviços técnicos da câmara, está a ser desenvolvido o projecto e, depois de custeado, é que se analisará a situação”, contou o autarca acrescentado que “se não conseguirmos fazer tudo de uma vez temos a possibilidade de o fazer por troços.”

 

Durante a inauguração, o povo da Malveira teve a oportunidade de assistir a um momento de dança, no qual participaram novos e velhos. Os malveirenses consideram que a construção do jardim é muito positiva e mostraram-se agradados principalmente com o alargamento da estrada nacional.

 

O nome do jardim faz homenagem à rainha D. Maria I, que instituiu a feira da Malveira em 1782.

 

CMM quer um Centro de Saúde na Malveira

A autarquia já tem uma solução para um novo Centro de Saúde na Malveira. O assunto foi abordado na última Assembleia Municipal, por deputados do PS, CDU e PSD.

 

Em declarações à RCM, o presidente da autarquia, Hélder Sousa Silva, esclareceu que a Câmara Municipal está nesta altura à espera de resposta sobre a proposta que foi feita à Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo: “Nós propusemos fazer o projecto, fazer a obra, ceder o terreno (junto à GNR da Malveira), e propusemos ainda comparticipar em 30% do valor da obra, ou seja, 300 mil euros num total de cerca de um milhão, que se estima o ser o seu custo total”.

 

Neste momento, “estamos à espera que nos digam alguma coisa sobre esta nossa proposta que, penso eu, é muito ambiciosa mas também muito tentadora, pois trata-se de uma competência própria da administração central e a Câmara está a substituir-se, em parte, porque considera prioritária a resolução deste problema”.

 

Apesar do Centro de Saúde vir a ser construído na Malveira, este irá servir as populações de várias localidades. Terá “duas Unidades de Saúde Familiar que irão cobrir Malveira, Venda do Pinheiro, Alcainça e Santo Estêvão das Galés. Existe uma carência “porque as actuais infra-estruturas são instalações vetustas, desadequadas sem condições mínimas para prestar cuidados de saúde”, conclui.

 

CD Mafra regressa aos triunfos no CNS

O Clube Desportivo de Mafra (CDM) voltou aos triunfos no Campeonato Nacional de Seniores (CNS). Na 2ª jornada da fase de subida, disputada no passado domingo, 22 de Fevereiro, os mafrenses bateram o Casa Pia por 1-0.

 

Um triunfo sofrido, em que o CDM esteve por cima na primeira parte, mas foi condicionado por uma expulsão na segunda metade.

 

O treinador Jorge Simão sublinhou que “a primeira parte foi de sentido, de controlo do jogo, e acho que a vantagem podia ser mais elevada ao intervalo. A 2ª parte começa com a nossa expulsão e a jogar em inferioridade numérica, a ideia seria de maior gestão sem domínio territorial e isso acho que foi conseguido”.

 

O CDM chegou ao grupo dos terceiros da zona sul, com três pontos, a três do líder 1º Dezembro.

 

Já o Atlético da Malveira (ACM) empatou sem golos na recepção ao Sacavenense, na 2ª jornada da fase de manutenção do CNS. Num jogo em que ambas as equipas se conhecem bem, ninguém conseguiu desfazer o nulo.

 

Rui Narciso, treinador dos malveirenses, admitiu que existiram ocasiões de golo para a sua equipa, mas afirmou que “são jogos extremamente tácticos, em que as equipas se conhecem extremamente e isso dificulta sempre. É claro que gostaria que conseguíssemos os três pontos”.

 

Numa ronda com muitos empates, tudo permanece praticamente igual na série do ACM, com os concelhios no grupo dos primeiros – mas longe de estarem tranquilos nas contas da permanência.